Leave a comment

Experiência Agrícola : Batata Doce (Ipomoea batatas)

Continuamos as nossas experiências agrícolas na busca das melhores opções para as áreas disponíveis. Desta vez e para um terreno desprovido de água controlada mas com boa humidade no solo (bem drenado), optámos por fazer uma plantação de batata doce. A necessidade do controlo de infestantes e a dificuldade em optar por espécies de regadio, encaminhou-nos neste sentido.

Trata-se de uma planta herbácea, de caule rasteiro, longo, ramificado, flexível e cilíndrico. A sua raiz principal pode atingir até 90 centímetros de profundidade, enquanto que as outras raízes (secundárias) são mais superficiais e absorvem ativamente os nutrientes do solo. Algumas dessas raízes secundárias passam a armazenar os nutrientes da planta, aumentam de diâmetro e transformam-se em raízes tuberosas, comumente denominadas de batatas. Dessa forma e ao contrário das batatas que bem conhecemos (tubérculos), as batatas doces são raízes. A planta é perene, mas cultivada como anual, porque a colheita de batatas é feita 100 a 115 dias após o plantio de ramas, para variedades precoces, e 140 a 170 dias, para variedades de ciclo longo. As flores são hermafroditas, isto é, têm os dois sexos na mesma flor e podem produzir sementes (sem valor agrícola).

IMG_0002(Plantio em solo rasteiro e fresado – 29.04.2013)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: