Leave a comment

Mirtilo O’Neal: uma experiência

No ano passado tivemos a oportunidade de visitar Sever do Vouga e de por lá ficar uns dias. Da beleza da localidade e do espirito hospitaleiro das suas gentes, trouxemos também para o Oeste um desafio: experimentar um cultivo de mirtilos.

Das várias variedades existentes, escolhemos aquela que mais se poderá adequar aos nosso microclima. A variedade O’Neal é uma das que precisa de menos horas de frio (<600 horas de temperaturas inferiores a 8ºC).  A O’Neal é uma cultivar de mirtilo resultante do cruzamento entre Vaccinium corymbosum e Vaccinium darrowii. O arbusto é muito produtivo, cresce semi-erecto irregular entre 1,2 e 1,5 metros. Produz mirtilos grandes, de excelente firmeza suculentos e doces, a colheita é feita entre meados de Maio a meados Junho.

Para já fica o primeiro registo da sua floração. Claro que não esperamos este ano grandes surpresas até porque o mirtilo necessitará de cohabitar com outra variedade dado que a produção de frutos é tanto melhor quão mais intensa for a polinização cruzada. Ou seja, na próxima época faremos a experiência com duas variedade e veremos a diferença.

Fica aqui o primeiro registo fotográfico:

Floração (Abril 2013)

Mirtilos

Mirtilo 2

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: